Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Channel Catalog


Channel Description:

Sebrae

older | 1 | .... | 16 | 17 | (Page 18) | 19 | 20 | .... | 23 | newer

    0 0

    Encontro-Imagem

    Para divulgar as boas práticas desenvolvidas pelos Agentes de Desenvolvimento e construir um Plano de Trabalho, o Município de Guanambi (BA) recebe, no dia 2 de setembro, o I Encontro de Agentes de Desenvolvimento do Sertão Produtivo. O evento é promovido pelo Sebrae em parceria com a Sala do Empreendedor de Guanambi. Podem participar Agentes de todo o Território do Sertão Produtivo. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas presencialmente no Ponto de Atendimento do Sebrae no Município ou na Sala do Empreendedor de Guanambi.

    O que: I Encontro de Agentes de Desenvolvimento do Sertão Produtivo
    Onde: Guanambi/BA (Av. Barão do Rio Branco, 292 – Centro)
    Quando: 2 de setembro de 2014
    Informações: (77) 3451-4724 / 9846-8959 / saladoempreendedorguanambi@gmail.com

    Encontro-Imagem

    The post I Encontro de Agentes de Desenvolvimento do Sertão Produtivo ocorre em setembro appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    fli

    Para aquelas pessoas que atuam ou pretendem atuar com os negócios sociais, o Fórum Latino Americano de Investimento de Impacto (FLII) é um dos eventos mais importantes em nível mundial. O Sebrae enviou um representante para a quarta edição do evento, que aconteceu em fevereiro de 2014 na cidade de Mérida, no México, e acaba de lançar uma revista recheada de informações sobre o fórum.

    A publicação apresenta o FLII de forma ampla com fotos, opiniões dos empreendedores e dados significativos sobre os negócios sociais. Sob o olhar do Coordenador Nacional da Carteira de Negócios Sociais do Sebrae, Krishna Aum de Faria, que participou do fórum , é possível conhecer com detalhes os temas mais debatidos, tais como inovação, colaboração e setores prioritários. A revista do FLII também mostra um panorama dos países que mais possuem investimentos de impacto - o Brasil é um deles - e aponta estatísticas sobre o potencial de compra das classes C, D e E, que representam o público alvo dos negócios sociais.

    O FLII contou com a participação de 370 pessoas que estão envolvidas com a temática dos negócios que geram lucro e estão focados na solução de um problema social ou ambiental. Foram eles investidores, empreendedores, gestores corporativos ligados à sustentabilidade e responsabilidade socioambiental, institutos e fundações, aceleradoras e incubadoras, academia, empresas de fomento e governo.

    Para o coordenador da carteira no Sebrae, um dos pontos altos do fórum foi a a apresentação dos empreendedores de negócios sociais. 21 empresas de impacto de 5 países e de 10 setores diferentes mostraram seus modelos de negócios no pitch. “As ideias e projetos apresentados enchiam os olhos de quem estava ali presente. A busca da valorização da identidade cultural da região, respeitando suas vocações e potencialidades é uma das características comum entre todas as empresas”, afirmou Krishna Aum.

    Sebrae lança revista sobre o Fórum Latino Americano de Investimento de Impacto appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    francal2

    Calçadistas de Duque de Caxias (RJ) apresentaram uma novidade criativa na 46ª Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios (Francal): calçados fabricados com o couro da Tilápia e de Recouro (couro reciclado). Realizada de 15 a 18 de julho em São Paulo, a Francal é uma das mais importantes exposições do setor calçadista na América Latina.

    “A utilização do couro da Tilápia vai de encontro com a política do Desenvolvimento Sustentável do Município de Duque de Caxias, nós temos potencial para atividades da aquicultura que vão além do couro, e vamos implantar o primeiro polo aquicultor da Baixada Fluminense”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Cesar de Oliveira.

    Ele definiu a participação na Feira como um marco para o Município, resultado da parceria entre a Prefeitura e o Sebrae, que atuam no incentivo ao surgimento de novos negócios.

    A Feira contou com cerca de 800 expositores, 17 internacionais, e foi visitada por mais de 60 mil profissionais do Brasil e do Exterior. A Francal possibilita em curto espaço de tempo o contato com indústrias, empresários, e novas tecnologias, além de expor ao mundo o potencial econômico da região que promove o desenvolvimento do setor.

    Fonte: Portal do Desenvolvimento

    The post Calçadistas de Duque de Caxias/RJ expõem produtos de couro reciclado na Francal appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem100

    Empreendedores dos bairros da Divinéia, Sol e Mar e Vila Luizão em São Luiz (MA) participaram da Oficina Sebrae de Empreendedorismo (OSE), que aconteceu na Unidade de Ensino Básico João de Sousa Guimarães, na Divinéia. Mais de 290 pessoas foram capacitadas com atividades de consultoria empresarial, palestras e cursos. No total, foram realizados 1.423 atendimentos que contribuíram para diminuir a informalidade das empresas na região.

    Também foram beneficiados empreendedores dos bairros do Araçagy, Olho D´Água, Chácara Brasil e até do município de Raposa. No total, a OSE – que contou com a parceria da Polícia Militar do Maranhão, por meio da 1ª Unidade de Segurança Comunitária (USC) Divinéia/Vila Luizão, contou com 350 orientações empresariais, 676 participantes nas oito palestras, 110 consultorias demandadas e dez cursos ofertados. No desenvolvimento da oficina, foram destacadas 28 atividades econômicas no Desafio Meu Negócio que geraram, em apenas três dias, R$ 3.522,13 de faturamento.

    A OSE realizada integra o Projeto Desenvolvimento Econômico do Território Divinéia/Vila Luizão. Destinada a microempreendedores individuais (MEI), empresas formais, informais e potenciais empresários, a OSE reúne um público diverso para despertar no participante a importância de uma boa gestão do negócio.

    De acordo com Antônio Garcez, coordenador da OSE e gerente da Unidade de Desenvolvimento Territorial (UDT) do Sebrae no Maranhão, esta foi a primeira vez que a capacitação aconteceu em área urbana de baixa renda. “A tendência é levar a capacitação para os demais bairros com as mesmas características na Grande São Luís”, informa.

    Para Carlos Eduardo Santiago, da Unidade de Desenvolvimento Territorial (UDT), “as ações do Sebrae realizadas nessas localidades são importantes pois representam um esforço institucional em atender, de forma continuada, os pequenos negócios locais”. Santiago adianta que nos próximos dois anos o Sebrae Maranhão irá realizar uma série de atendimentos e articulação de iniciativas com outros parceiros para dinamizar a economia da Divinéia, Sol e Mar e Vila Luizão.

    Com informações da Agência Sebrae

    The post Oficina do Sebrae beneficia empreendedores de baixa renda em São Luiz appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem10

    A Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae lançou o “Guia de Capacitações dos Agentes de Desenvolvimento”. O guia tem como objetivo ampliar o leque de atuação e conhecimento dos Agentes de Desenvolvimento, garantindo assim maior qualidade ao trabalho desenvolvido pela equipe.

    O material reúne 39 capacitações em nove instituições pelo país. Todos os cursos presentes no Guia são gratuitos e a distância, dando ao Agente autonomia para montar a própria grade de estudo de acordo com ritmo e disponibilidade de cada um. Os cursos se subdividem ainda em cinco categorias: a) desenvolvimento econômico; b) articulação; c) gestão; d) comunicação (37h); e e) orçamento. As capacitações totalizam 744 horas, sendo 236 horas de formação básica, 180 horas de formação complementar e 328 de formação avançada.

    Os conhecimentos adquiridos vão impulsiona o papel de articulador do Agente para que ele possa contribuir para o desenvolvimento econômico local, criando assim um ambiente que potencialize a competitividade dos pequenos negócios.

    Faça o download do Guia de Capacitação dos Agentes de Desenvolvimento.

    The post Sebrae lança Guia de Capacitações para os Agentes de Desenvolvimento appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem05

    O estudo da população de uma determinada área (seja de um bairro, cidade, país, continente) é muito importante para que se conheçam as necessidades das pessoas que ali vivem. Identificar o número de habitantes de uma região, como se distribuem, quais são as suas carências, além de uma série de outros aspectos, possibilita a elaboração de projetos de desenvolvimento social e econômico de forma mais racional e justa para todos.

    Partindo dessa premissa, um dos pontos abordados pela pesquisa Dossiê Interior do Brasil: dimensionamento, características e oportunidades, realizada pelo Sebrae em parceria com a Confederação Nacional de Municípios (CNM) e o Data Popular, é o perfil dos moradores do interior.

    Uma das conclusões do estudo é que no interior a quantidade de homens e mulheres é equilibrada: são 47,3 milhões de mulheres contra 47 milhões de homens. Já a proporção de jovens no interior é maior que nas capitais e regiões metropolitanas: 31% dos moradores do interior têm até 17 anos, e 36% têm entre 18 e 39 anos. Entende-se que no interior está o público em fase estudantil e que está prestes a entrar no mercado de trabalho. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), essa idade é o período de vida em que se alcança a maturação biológica, psicológica e social que permite uma completa condição de compartilhar das relações sociais do mundo adulto.

    Ainda de acordo com a pesquisa, 53% dos moradores do interior se declaram como pretos ou pardos. Além disso, o nível de escolaridade das pessoas do interior é menor em comparação às pessoas das capitais e regiões metropolitanas: 72% dos moradores do interior têm no máximo até o nível fundamental, enquanto que nas capitais e regiões metropolitanas esse percentual é de 56%.

    LEIA TAMBÉM:

    Veja a íntegra do Dossiê Interior do Brasil: Dimensionamento, características e oportunidades

    Seis em cada dez beneficiários do Bolsa Família estão no interior

    Informalidade é maior no interior do que nas capitais e regiões metropolitanas

    Pequenos negócios no interior respondem por mais de seis milhões de empregos formais

    41% dos Microempreendedores Individuais do país estão no interior

    The post 53% da população do interior se declara negro ou pardo appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem

    Uma ótima oportunidade para quem quer começar um negócio ou alavancar a empresa é a Feira do Empreendedor 2014. Um dos eventos de maior sucesso promovidos pelo Sebrae chega a 10ª edição em Goiânia, a partir desta sexta-feira, 31 de julho, até o dia 3 de agosto de 2014.

    A feira possibilita que o empreendedor tenha contato direto com seu mercado consumidor, fabricantes, franqueadores, empresas de TI, contatos comerciais, entendimento de lojas conceito, e resultado da Pesquisa de Tendências e Oportunidades de Negócios em Goiás, dentre outros.

    O evento terá uma ampla programação que inclui palestras técnicas, oficinas, paineis entre diversas outras atividades. Um dos destaques é o painel “Negócios Sociais: empreendedorismo para mudar o mundo” que acontecerá no dia 2 de agosto (sábado), a partir das 15h.

    O coordenador da carteira de negócios sociais da Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Krishna Aum de Faria, fará apresentação sobre o conceito de negócios sociais e abrirá espaço para que os empreendedores contem sobre suas experiências. Entre as convidadas estão empresas que atuam em diferentes nichos: Hand talk (tecnologia assistiva), Instituto Muda (ambiental), Vivenda (Social) e Quintessa (aceleradora).

    Além disso, a feira oferecerá mais de 200 opções de capacitação, cursos, palestras e oficinas dos mais variados temas de interesse dos empreendedores, além de cinco rodadas de negócios multissetoriais (confecção, turismo, franquias, agronegócios e TI, transversal a todos). Serão pelo menos 60 oportunidades de negócios.

    Conheça toda a programação da Feira do Empreendedor 2014

    Serviço:
    Feira do Empreendedor 2014 – Goiás
    De 31 de julho a 3 de agosto
    Local: Centro de Convenções de Goiânia - localizado na região Central de Goiânia, de fácil acesso pela Rua 4 e Avenidas Paranaíba e Tocantins.

    The post Negócios sociais são tema de debate na Feira do Empreendedor de GO 2014 appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    REDESIM

    A Receita Federal está implantando a Redesim, um sistema integrado de registro, regularização e baixa de empresas que permitirá reduzir para, no máximo cinco dias, o prazo de abertura de uma empresa com dados integrados da União, estados e municípios. Atualmente, o Brasil é o 186ª país mais lento e burocrático neste setor. As informações foram fornecidas pelo subsecretário de Arrecadação e Atendimento da Receita Federal do Brasil, Carlos Roberto Occaso, que proferiu palestra no III Seminário de Controladoria Aplicada ao Setor Público, realizado em Ribeirão Preto.

    A Redesim é um dos projetos que a Receita Federal vem desenvolvendo para fortalecer a parceria com a administração tributária municipal. Occaso detalhou outros que, em última análise, objetivam a otimização e a padronização de procedimentos, a redução da sonegação de ISS e o melhor gerenciamento tributário.

    Entre os projetos detalhados, está também o desenvolvimento a nível nacional de um ambiente de TI para a Nota Fiscal Eletrônica Nacional. Atualmente a Receita vem trabalhando somente com as prefeituras de capitais, mas com o decorrer do tempo, todo município brasileiro poderá aderir ao sistema, desde que desenvolva uma estrutura de tecnologia capaz de se comunicar com esse banco de dados, denominado repositório nacional.

    A implantação definitiva da NF Eletrônica Nacional dependerá do tempo que cada município levar para aderir ao sistema. Ribeirão Preto já tem a sua NF Eletrônica, mas ela ainda não está estruturada para este novo ambiente de tecnologia que ajuda tanto o município quanto os contribuintes, na medida em que promove a redução de custos, agiliza processos, estabelece padrões de procedimentos e permite o cruzamento de dados.

    O III Seminário de Controladoria Aplicada ao Setor Público reúne, ainda nesta sexta-feira, nas dependências da Uniseb, cerca de 700 pessoas de um quinto (158) dos municípios do Estado. Entre os presentes estão 55 secretários municipais e técnicos de finanças e fazenda de sete estados do Brasil.

    As palestras e painéis do seminário, organizado pela Secretaria da Fazenda de Ribeirão Preto, estão sendo desenvolvidos por especialistas em administração tributária, gestão pública, contabilidade e controladoria.

    The post Sistema integrado permite abertura de empresa em 5 dias appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    edicao

    Pequenas ações podem contribuir para o desenvolvimento territorial. Esse é um dos pontos de partida defendidos no texto Desenvolvimento Territorial e Economia Solidária (ESOL): conexões com a geração local de trabalho e renda de autoria de Leandro Moraes e Roberto DiMeglio. O artigo foi publicado na terceira edição da Revista de Desenvolvimento Econômico e Territorial e discute o fortalecimento dos vínculos territoriais por meio da ESOL.

    Para os autores, a geração local de trabalho e renda é um dos elementos que pode contribuir para o desenvolvimento, uma vez que gera dinâmica econômica em regiões mais pobres. Eles também refletem sobre a crescente importância da economia solidária e as oportunidades que se abrem a partir do momento em que as ações locais estão enraizadas na comunidade.

    Além disso, o artigo explora o processo de desenvolvimento participativo proposto pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). A promoção do desenvolvimento local, segundo os autores, deve levar em conta a participação de atores, tais como o Estado, o governo e os cidadãos, e contribui para o estabelecimento de mecanismos de espaços de diálogo social, permitindo maior legitimidade e sustentabilidade dos projetos.

    Leia o artigo de Leandro Moraes e Roberto DiMeglio e outras novidades na 3ª edição da Revista de Desenvolvimento Econômico e Territorial.

    The post Desenvolvimento Territorial e Economia Solidária (ESOL): conexões com a geração local de trabalho e renda appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    ads

    Até o fim de 2014, mais de 10 estados irão sediar os Encontros Estaduais de Agentes de Desenvolvimento. A expectativa é que os eventos reforcem o engajamento e a qualificação das redes estaduais de Agentes de Desenvolvimento.

    Os encontros possibilitam que os agentes possam disseminar conhecimento, compartilhar instrumentos de atuação e realizar trocas de experiências. Os ADs foram criados a partir da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e atuam como articuladores e mobilizadores da aplicação da Lei Geral no município.

    O papel deles é promover ações concretas que visem fortalecer o segmento de micro e pequenas empresas. Também têm a missão de coordenar a continuidade das atividades voltadas ao desenvolvimento sustentável, articulando e fortalecendo as relações do poder público com as principais lideranças do setor provado no município.

    Veja o cronograma dos Encontros Estaduais de Agentes de Desenvolvimento:

    AGOSTO
    Amazonas - 27 e 28 de agosto

    SETEMBRO
    Mato Grosso - 5 de setembro
    Pará - 18 e 19 de setembro
    Rio de Janeiro - 22 e 23 de setembro
    Minas Gerais - Setembro
    Rio Grande do Sul - Setembro

    OUTUBRO
    Sergipe - 21 de outubro
    Acre - 22 de outubro
    Mato Grosso do Sul - 30 e 31 de outubro
    Amapá - Outubro
    Alagoas - Outubro

    NOVEMBRO
    Paraná - 6 e 7 de novembro
    Espírito Santo - 12 e 13 de novembro

    The post Veja o cronograma com os Encontros Estaduais de Agentes de Desenvolvimento de 2014 appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    prosperar

    Fortaleza sedia entre os dias 4 e 6 de agosto o IV Encontro Nacional dos Tribunais de Contas do Brasil. Sob o tema “O papel dos Tribunais de Contas frente às demandas sociais″, o evento tem como principal objetivo a aprovação de oito resoluções que visam ao aperfeiçoamento dos órgãos de controle externo, com foco na qualidade e agilidade.

    Uma das resoluções que será submetida à deliberação, durante o encontro, versa sobre a fiscalização do cumprimento da legislação de apoio aos pequenos negócios, principalmente no que se refere ao tratamento diferenciado do segmento nas compras governamentais.

    Em junho, o Sebrae Nacional, os Tribunais de Contas e as Escolas de Contas renovaram por mais dois anos a parceria denominada de Projeto Prosperar para reforçar a sensibilização e o cumprimento da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas no país. Os gestores públicos que não adotarem as regras podem sofrer sanções, multas e ter suas contas rejeitadas.

    Os temas das resoluções foram escolhidos a partir do Diagnóstico da Avaliação de Qualidade e Agilidade do Controle Externo no âmbito dos Tribunais de Contas, apurado pela Atricon em 2013, com a adesão de 28 dos 34 TCs.

    The post Fiscalização da Lei Geral é tema do IV Encontro Nacional dos TCs do Brasil appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    O curso formou 34 novos agentes de 22 municípios do ES (Foto: Divulgação)

    A fim de capacitar novos agentes, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae/ES) realizou o Curso de Formação de Agente de Desenvolvimento Local para 34 servidores municipais de 22 municípios capixabas. O curso teve início na segunda-feira (28/7) e terminou na sexta (1/8), em Vitória.

    A existência de um Agente de Desenvolvimento é um dos itens obrigatórios para que a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas seja considerada implementada no município. Além disso, também é preciso que a cidade tenha avançado no processo de desburocratização, compras governamentais e implementação da categoria do Microempreendedor Individual.

    [caption id="attachment_15863" align="aligncenter" width="960"]O curso formou 34 novos agentes de 22 municípios do ES (Foto: Divulgação) O curso formou 34 novos agentes de 22 municípios do ES (Foto: Divulgação)[/caption]

    Fonte: Portal do Desenvolvimento

    The post Sebrae/ES forma 34 novos Agentes de Desenvolvimento appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem11

    Prefeitos dos 102 municípios alagoanos poderão se capacitar para enfrentar os desafios da gestão pública através de soluções inovadoras e criativas. Nos dias 04 e 05 de agosto, o Sebrae em Alagoas, a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e a Caixa Econômica Federal (CEF) promovem, no Hotel Jatiúca, o curso de Desenvolvimento e Inovação na Gestão Municipal.

    Elaborado para trabalhar com os prefeitos temas considerados importantes para uma gestão empreendedora, o curso tem como objetivo levar o conhecimento sobre como aumentar a arrecadação tributária, captar recursos públicos e privados, criar leis municipais para gerar desenvolvimento e atrair investidores. Diante das dificuldades geradas por conta da redução dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), é imprescindível buscar alternativas que viabilizem a geração de outras fontes de receitas.

    Nos últimos sete anos, o Sebrae já vem trabalhando o fortalecimento da parceria com os municípios, com o incentivo à implementação da Lei Geral e a realização das Ações Empreendedoras. O propósito dessa parceria é trazer crescimento para as micro e pequenas empresas e, consequentemente, desenvolvimento econômico e social para o município.

    “Nós queremos capacitar não só a equipe técnica, mas também os próprios prefeitos, pois eles precisam entender que a gestão municipal efetiva e inovadora pode ser alcançada com medidas simples”, afirmou Izabel Vasconcelos, gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae Alagoas.

    Álvaro Machado, superintendente da AMA, destaca que essa é uma oportunidade para que os prefeitos melhorem o desenvolvimento de seus municípios com os conhecimentos que serão adquiridos.

    “A parceria entre o Sebrae e a Ama já existe há bastante tempo, e nós estamos viabilizando a capacitação dos prefeitos para que eles possam criar um ambiente favorável às micro e pequenas empresas, possibilitando, dessa forma, a melhoria da qualidade de vida da população”, concluiu Álvaro Machado.

    Com o curso, espera-se que os prefeitos possam, de fato, inserir a pauta de desenvolvimento local através das pequenas empresas na gestão dos municípios.

    Veja a programação do evento
    Print

    Fonte: ASN

    The post Prefeitos alagoanos participam de curso sobre inovação na gestão municipal appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    Da esq.: Alexandre Furlan (Instituto Muda), Marcelo Coelho (Vivenda), Ronaldo Tenorio ( Hand Talk), Bruno Azevedo (Instituto Quintessa), Wanderson Portugal (Diretor Técnico Sebrae GO), Krishna Faria e Anna Aranha (Instituto Quintessa)

    Empresários de várias regiões do País apresentam cases de Negócios Sociais na Feira do Empreendedor. A feira, que aconteceu de 31 de julho a 3 de agosto de 2014, possibilitou o contato direto do empreendedor com seu mercado consumidor, fabricantes, franqueadores, empresas de TI, contatos comerciais, entendimento de lojas conceito, e resultado da Pesquisa de Tendências e Oportunidades de Negócios em Goiás, dentre outros. Um dos destaques foi o painel “Negócios Sociais: empreendedorismo para mudar o mundo”. O coordenador da carteira de negócios sociais da Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Krishna Aum de Faria, apresentou o conceito de negócios sociais e abriu espaço para que os empreendedores falassem sobre suas experiências. Entre as convidadas estavam empresas que atuam em diferentes nichos: Hand talk (tecnologia assistiva), Instituto Muda (ambiental), Vivenda (Social) e Quintessa (aceleradora).

    Inclusão

    O alagoano Ronaldo Tenório, de 28 anos, veio a convite do Sebrae Goiás pela primeira vez a Goiânia para participar da Feira do Empreendedor 2014. Ele foi um dos palestrantes da palestra “Negócios Sociais – Empreendedorismo para Mudar o Mundo”. A conferência reuniu empresários de várias regiões do País que abriram negócios cujas atividades que não visam o lucro imediato, e sim, gerar melhorias sociais e/ou ambientais.

    Ronaldo é CEO de um aplicativo que é sucesso no Brasil e no mundo por conta da inclusão social de pessoas portadoras de deficiência auditiva. Com apenas um ano em operação, o Hand Talk já foi eleito pelas Organizações das Nações Unidas o melhor aplicativo social do mundo. O significado em português do nome do aplicativo (Mãos que Falam) já demonstra o seu objetivo: traduzir conteúdos da internet para a Língua Brasileira de Sinais.

    “O aplicativo pode ser baixado gratuitamente tanto para celular quanto para computador. Já registramos mais de 170 mil downloads e traduzimos mais de 18 milhões de conteúdos. É gratificante um negócio social como esse. De alguma forma quero servir de inspiração para quem possui um negócio em mente que pode mudar a vida das pessoas”, disse.

    A microempreendedora Juracy Madalena Pereira Dias, de 30 anos, veio de Luziânia (GO) e escolheu a palestra Negócios Sociais porque acredita que o tema tem a ver com a empresa que pretende abrir. “O mercado de embalagens em Luziânia ainda é pequeno e acho que posso ser bem sucedida com a abertura de uma empresa. Como me preocupo com o impacto que os meus produtos podem causar ao meio ambiente, pretendo fabricar embalagens biodegradáveis e vim à palestra em busca de informações para empreender com mais confiança”, afirmou.

    Transformação

    O Instituto Muda tem transformado a vida de moradores da cidade de São Paulo (SP) por meio da disseminação de práticas sustentáveis em condomínios residenciais. Em seis anos, o instituto, que trabalha a gestão de resíduos e a educação ambiental, já implementou e organizou a coleta seletiva em quase 85 condomínios, com a sensibilização e conscientização de mais de 40 mil pessoas. Além disso, destina mais de 3,5 mil toneladas de materiais recicláveis a cooperativas – o equivalente a R$ 750 mil.

    Os resultados desse trabalho, iniciado pelo gestor ambiental Alexandre Braz, de 26 anos, foram apresentados durante a Feira do Empreendedor 2014. Segundo explica, a ideia é levar a gestão ambiental para os condomínios, que são responsáveis, em São Paulo, por 80% das 18 mil toneladas de lixo geradas diariamente na cidade. Ele lembra que, apesar disso, os residenciais não são projetados para reciclagem.

    A equipe do Instituto Muda trabalha com projetos personalizados para cada condomínio. O planejamento inclui conscientização dos moradores, comunicação visual e implantação de estrutura para a reciclagem. Entre os equipamentos instalados estão os contêineres e as lixeiras ecológicas, produzidos a partir de placas de tubo de pasta de dente.

    Diferencial

    Alexandre conta que o grande diferencial do projeto é fazer com que o material reciclado chegue às cooperativas em boas condições. Esse, conforme diz, é o resultado do trabalho de educação ambiental realizado junto aos moradores – que envolve ainda outros aspectos, como economia de água e energia. “Com esse trabalho, temos transformado a realidade da cidade, gerando renda, empregos e contribuindo para a preservação ambiental.”

    Fonte: ASN

    [caption id="attachment_15879" align="aligncenter" width="800"]Da esq.: Alexandre Furlan (Instituto Muda), Marcelo Coelho (Vivenda), Ronaldo Tenorio ( Hand Talk), Bruno Azevedo (Instituto Quintessa), Wanderson Portugal (Diretor Técnico Sebrae GO), Krishna Faria e Anna Aranha (Instituto Quintessa) Da esq.: Alexandre Furlan (Instituto Muda), Marcelo Coelho (Vivenda), Ronaldo Tenorio ( Hand Talk), Bruno Azevedo (Instituto Quintessa), Wanderson Portugal (Diretor Técnico Sebrae GO), Krishna Faria e Anna Aranha (Instituto Quintessa)[/caption]

    [caption id="attachment_15882" align="aligncenter" width="800"]Apresentação de Marcelo Coelho (Vivenda) - negócio social com impacto em habitação e saúde. Escolhido como o melhor negócio social brasileiro no último Fórum Nacional de Investimento Social e Negócios de Impacto Apresentação de Marcelo Coelho (Vivenda) - negócio social com impacto em habitação e saúde. Escolhido como o melhor negócio social brasileiro no último Fórum Nacional de Investimento Social e Negócios de Impacto[/caption]

    [caption id="attachment_15883" align="aligncenter" width="800"]Apresentação de Alexandre Furlan (Instituto Muda) - negócio social com impacto ambiental Apresentação de Alexandre Furlan (Instituto Muda) - negócio social com impacto ambiental[/caption]

    [caption id="attachment_15884" align="aligncenter" width="800"]O coordenador da carteira de negócios sociais da Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Krishna Aum de Faria, apresenta o posicionamento do Sebrae na carteira de negócios sociais O coordenador da carteira de negócios sociais da Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Krishna Aum de Faria, apresenta o posicionamento do Sebrae na carteira de negócios sociais[/caption]

    [caption id="attachment_15885" align="aligncenter" width="800"]Anna Aranha do Instituto Quintessa falando sobre o papel de uma aceleradora Anna Aranha do Instituto Quintessa falando sobre o papel de uma aceleradora[/caption]

    The post Lucro com benefício à sociedade e meio ambiente appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem10

    Para marcar a Semana do Empreendedorismo, a Sala do Empreendedor de Montes Claros (MG), em parceria com a Prefeitura Municipal e o Sebrae, promoveu o Microempreendedorismo Itinerante, em cinco bairros do Município, entre os dias 21 e 25 de julho. O sucesso da atividade levou a Sala do Empreendedor a implantar o atendimento nos bairros uma vez por semana.

    “Notamos que os empreendedores tem uma vida própria em seus bairros, e por um certo comodismo acabam não comparecendo á Sala do Empreendedor, no prédio da Prefeitura. Com esta ação itinerante esperamos aproximá-lo e desenvolver um programa em conjunto, onde consigamos fortalecer os seus empreendimentos tendo como resultado maior, a estruturação dos pequenos negócios “, destacou Luciano Meira, coordenador da Sala do Empreendedor.

    A ação itinerante atendeu, em cinco dias, 536 empreendedores, 176 para formalização e 360 para consultas e orientações. Foram contemplados na primeira etapa os bairros: Renascença, Delfino Magalhães, Cintra, Major Prates e Centro
    Todas as pessoas que participaram da Semana D, foram convidadas para também participar de oficinas profissionalizantes, que serão realizadas pelo SEBRAE no período de 05 a 08 de agosto.

    Fonte: Portal do Desenvolvimento

    The post Sala do Empreendedor leva orientações a bairros de Montes Claros/MG appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    imagem-12

    Ser um guardião na busca por melhorias no ambiente de negócios. Foi com esse pensamento que 34 servidores municipais do Espírito Santo participaram do Curso de Formação de Agente de Desenvolvimento Local, promovido pelo Sebrae. O curso aconteceu entre os dias 28 de julho e 1º de agosto, em Vitória, e contou com a presença de agentes de 22 municípios capixabas.

    Os ADs tiveram a oportunidade de ampliar o conhecimento sobre temas ligados a desburocratização, compras governamentais e implementação da categoria do microempreendedor individual.

    Também entenderam que o papel do agente e sua influência positiva no município vai muito além das atividades relacionadas à Lei Geral. A expectativa é que o agente desempenhe um papel de coordenação e continuidade das atividades para o desenvolvimento sustentável, juntamente com o poder público municipal e lideranças do setor privado local.

    Importância dos agentes de desenvolvimento

    Os ADs têm suas funções determinadas pela Lei Complementar nº 128/2008. Sendo assim, a existência de um Agente de Desenvolvimento é um dos itens obrigatórios para que a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas seja considerada implementada no município.

    Eles são representantes do poder público responsáveis por participar do planejamento das políticas do município, discutindo e articulando iniciativas para o trabalho dos pequenos negócios.

    The post Sebrae capacita Agentes de Desenvolvimento Local do Espírito Santo appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    supersimples

    A presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou nesta quinta-feira (7), a Lei Complementar 147/2014 (PLC 60/14), que amplia o Supersimples, regime de tributação simplificado para micro e pequenas empresas, e atualiza a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. A solenidade aconteceu às 10h no Palácio do Planalto, em Brasília, e contou com a participação do ministro de Estado-Chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, e com o presidente do Sebrae, Luiz Barreto.

    As novas regras começam a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2015 e o Sebrae estima que o Supersimples permitirá a entrada de 400 mil micro e pequenas empresas no programa.

    Outra vantagem da atualização da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa é a desburocratização, com o cadastro único por CNPJ, dispensando os demais cadastros estaduais e municipais. Além disso, a nova Lei também protege o Microempreendedor Individual (MEI), categoria que fatura por ano até R$ 60 mil, de cobranças indevidas realizadas por conselhos de classe, por exemplo, e ainda, proíbe que as concessionárias de serviços públicos aumentem as tarifas do MEI por conta da modificação de sua condição de pessoa física para pessoa jurídica.

    O portal Territórios em Rede já divulgou ampla matéria com as principais mudanças do projeto aprovado pelo Senado.

    Mudanças no Supersimples: o que o dono de pequeno negócio deve saber

    01

    02

    03

    04

    05

    The post Novas regras do Supersimples começam a valer a partir de janeiro de 2015 appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    IMG-20140806-WA0006

    Entre os dias 4 e 9 de agosto, a Unidade de Desenvolvimento Territorial (UDT) e a Universidade Corporativa do Sebrae promovem, em Brasília, a capacitação do DET com consultores dos estados. O objetivo é disseminar a estratégia de atuação do Sebrae nos territórios com foco nas atividades econômicas e sociais.

    A metodologia proposta no treinamento possibilita a promoção do desenvolvimento econômico territorial por meio da melhoria do ambiente de negócios e do fomento e do fortalecimento de atividades produtivas, geradoras de emprego e renda.

    O curso é destinado a consultores que atuarão junto ao Sebrae/UF nos projetos pilotos DET que tiveram início em 2014. Os eixos norteadores da estratégia DET são:
    - CONHECIMENTO e INFORMAÇÃO qualificada do território;
    - Articulação de uma REDE PÚBLICO-PRIVADA;
    - Criação de um AMBIENTE DE NEGÓCIOS FAVORAVEL por meio da implementação da LEI GERAL;
    - Criação de uma rede de AGENTES DE DESENVOLVIMENTO;
    - ATENDIMENTO EMPRESARIAL e organização dos SETORES PRIORITÁRIOS;
    - ACESSO A MERCADOS - uso do poder de compras público e privado;
    Eixos norteadores

    Para Gabriela Reis, uma das responsáveis pelo curso, “a capacitação é essencial para que todo o Sistema Sebrae atue de forma alinhada, partindo dos mesmos conceitos e seguindo para objetivos comuns”.

    Em setembro e outubro, serão formadas três turmas de gestores dos projetos que terão em início em 2015.

    IMG-20140806-WA0005

    IMG-20140806-WA0006

    The post Sebrae capacita consultores da estratégia DET appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    IDH

    Um levantamento realizado pela Unidade Nacional de Desenvolvimento Territorial do Sebrae mostrou o IDH dos municípios que têm Agente de Desenvolvimento. O cenário nacional mostrou equilíbrio entre as diferentes faixas. Ao todo, 36,83% dos municípios que conta com o AD têm IDH alto ou muito alto, 32,45% baixo ou muito baixo e 30,83% médio.

    A pesquisa foi idealizada a partir do cruzamento de dados dos municípios que têm Agentes de Desenvolvimento com o IDH municipal. Foram realizadas duas amostras: uma em âmbito nacional e outra por regiões. O IDH é uma medida importante concebida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico de uma população.

    paraface

    Apesar do resultado equilibrado, o cenário por regiões é bem diferente. Nas regiões Norte e Nordeste, há uma predominância de municípios com IDH baixo ou muito baixo:

    REGIÃO NORTE
    Alto ou muito alto - 7,37%
    Baixo ou muito baixo - 78,42%
    Médio- 14,21%

    REGIÃO NORDESTE
    Alto ou muito alto - 7,51%
    Baixo ou muito baixo - 61,26%
    Médio - 31,23%

    Na região Centro-Oeste, a maioria dos municípios que têm AD têm IDH médio:

    REGIÃO CENTRO-OESTE
    Alto ou muito alto - 32,04%
    Baixo ou muito baixo - 18,45%
    Médio - 49,51%

    Por fim, nas regiões Sul e Sudeste, a maior parte das cidades que contam com AD tem IDH alto ou muito alto:

    REGIÃO SUL
    Alto ou muito alto - 62,62%
    Baixo ou muito baixo - 4,85%
    Médio - 32,53%

    REGIÃO SUDESTE
    Alto ou muito alto - 61,26%
    Baixo ou muito baixo - 12,83%
    Médio - 25,81%

    Para o analista da UDT, Pedro Valadares, a pesquisa abre oportunidades para que sejam idealizados trabalhos específicos em cada região. “Apesar do resultado nacional apresentar equilíbrio entre as faixas de IDH, a análise por região mostra cenários bem diversos. Isso significa que devem haver estratégias diferenciadas de acordo com o nível no qual se encontra cada município”, afirma Pedro.

    The post Confira o IDH dos municípios que têm Agente de Desenvolvimento appeared first on Territórios em Rede.


    0 0

    favela

    Se as favelas fossem um estado, seriam o quinto mais populoso da federação, capaz de movimentar R$ 63 bilhões a cada ano. Essa é apenas uma das informações exploradas pelos autores Renato Meirelles e Celso Athayde no livro "Um país chamado Favela". A obra é o resultado de um amplo estudo realizado nas favelas brasileiras. O lançamento foi no dia 7 de agosto em São Paulo e também acontecerá no dia 14 de agosto no Rio de Janeiro (na Livraria da Vila do Shopping Leblon).

    A publicação surgiu da pesquisa “Radiografia das Favelas Brasileiras”, que reuniu dados sobre este território, muitas vezes estigmatizado pelo senso comum. O livro mostra que é difícil entender o Brasil sem entender as favelas, unindo o rigor científico das pesquisas de opinião com o conhecimento prático dos moradores de favela.
    Além de retratar a realidade das favelas, a obra de Athayde e Meirelles reúne dados sobre a economia, mostrando que a renda desses moradores cresceu 54,7% nos últimos 10 anos, acima da média nacional que foi de 37,9%.

    Atualmente, 12 milhões de pessoas vivem em favelas no Brasil. A classe média, que representava um terço das favelas, se transformou em 65% da população. A qualidade de vida da população das favelas progrediu e 94% dos moradores afirmam ser felizes, 74% consideram que a vida melhorou e 66% dizem não ter vontade de sair da favela.

    Sobre os autores:

    Renato Meirelles - Pesquisador e presidente do Data Popular, instituto de pesquisa pioneiro no conhecimento dos consumidores das classes C, D e E no Brasil. Em 2012, integrou a comissão que estudou a Nova Classe Média, na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. É fundador do Data Favela, especializado em análises profundas sobre as comunidades brasileiras. No Data Popular, conduziu diretamente mais de 300 estudos sobre o comportamento do consumidor emergente. Ao longo de sua carreia, já atendeu empresas de variados segmentos de varejo, indústria e serviços.

    Celso Athayde - Produtor de eventos e ativista social, especializado nas favelas e periferias do Brasil. Criador da Central Única das Favelas, do Top CUFA, Prêmio Anú, Taça das Favelas, Liga de Basquete de Rua. Nasceu na Baixada Fluminense (RJ) e cresceu na Favela do Sapo. Celso escreveu os livros Falcão - Meninos do Tráfico, Mulheres e o Tráfico e Cabeça de Porco, os dois primeiros com o rapper MV Bill e o último com MV Bill e o sociólogo Luiz Eduardo Soares. Em 2013, deixou a CUFA para criar a primeira holding do Brasil focada em favelas, a Favela Holding.

    Sobre o livro
    Um país chamado Favela
    Subtítulo: A maior pesquisa já feita sobre a favela brasileira
    Autores: Renato Meirelles e Celso Athayde
    Páginas: 168
    Lançamento: Agosto de 2014
    Preço de capa: R$ 29,90

    favela-aprova

    The post Livro retrata a economia e os moradores das favelas appeared first on Territórios em Rede.


older | 1 | .... | 16 | 17 | (Page 18) | 19 | 20 | .... | 23 | newer